Diferença entre imposto de carbono e limite e comércio

Embora hoje haja uma grande ênfase nas energias renováveis ​​e limpas, os combustíveis fósseis ainda são amplamente utilizados no setor industrial e continuam a representar ocausaemissões de gases de efeito estufa e poluição. Governos em todo o mundo implementaram uma série de estratégias para reduzir a poluição e combaterclimamudança. As duas estratégias principais usadas para reduzir as emissões de carbono são oimposto do carbonoe a estratégia de cap-and-trade. No primeiro caso, os governos cobram uma taxa de empresas e famílias que utilizam combustíveis fósseis, incentivando-os a investir em tecnologias mais limpas. Em um sistema cap-and-trade, os governos impõem umboné- que diminui a cada ano - no nível geral de poluição de carbono na indústria. Os poluidores que excederem sua cota alocada podem comprar cotas não utilizadas de outras empresas. Ambas as estratégias têm se mostrado eficazes e ambos os sistemas enfrentam um problema real no mundo de hoje, pressionando pelo uso de energias mais limpas e renováveis ​​e pela redução dos gases de efeito estufa.

O que é o imposto sobre o carbono?

Um imposto de carbono é uma taxa imposta a empresas e famílias, em alguns casos, com o objetivo de reduzir as emissões de gases de efeito estufa. O imposto se aplica a cada unidade de emissão de gases de efeito estufa e é estabelecido avaliando os danos vinculados a cada unidade de poluição, bem como o custo associado ao controle e avaliação dessa poluição. Ao pagar um imposto, as empresas são incentivadas a reduzir as emissões e a optar por energias mais limpas. Encontrar o nível certo para o imposto sobre o carbono é fundamental: se o imposto for muito alto, pode afetar a economia do país, impactando empregos e lucros, enquanto se for muito baixo, não seria umFortesuficientemente inventivo para as empresas reduzirem as emissões. Ao mesmo tempo, é mais provável que um imposto alto leve as empresas e famílias a buscar fontes alternativas - e mais limpas - de energia, aumentando ao mesmo tempo a demanda dos consumidores em massa por produtos mais limpos.



O que é Cap-And-Trade?

Um sistema de cap-and-trade é uma alternativa ao imposto sobre o carbono para reduzir as emissões de gases de efeito estufa. Este sistema estabelece um limite máximo para a poluição e distribui cotas de emissões oupermitementre os poluidores (principalmente as grandes empresas). As licenças são obtidas por meio de um leilão ou alocação inicial, e as empresas devem ter uma licença para cada unidade de emissão que criarem. As cotas também podem ser negociadas com outras empresas, o que significa que os grandes poluidores podem comprar licenças adicionais de empresas que são capazes de reduzir seu impacto ambiental mais rapidamente. Nesse cenário, os fundamentos do mercado (oferta e demanda) determinam o preço das licenças, ou seja, quando há pouca oferta e alta demanda o preço dos poluentes aumenta exponencialmente. Em um sistema cap-and-trade, o limite de poluição diminui gradualmente a cada ano.

Semelhanças entre imposto de carbono e limite e comércio

O imposto sobre o carbono e o sistema de limite e comércio são dois sistemas eficazes para reduzir as emissões de gases do efeito estufa e promover o uso de energias limpas e renováveis. Embora existam algumas diferenças entre os dois, o imposto sobre o carbono e o sistema cap-and-trade têm vários aspectos em comum e podem até ser complementares. Algumas das principais semelhanças entre os dois estão listadas abaixo:

  1. Ambos tratam de uma questão social e ambiental chave, colocando um preço no carbono: A redução das emissões de gases de efeito estufa por meio da redução do uso de combustíveis fósseis é o principal objetivo do imposto sobre o carbono e do sistema de limite e comércio. Ambas as estratégias foram formuladas como uma resposta às mudanças climáticas e à poluição;
  2. Ambos geram receita para o governo: No caso do imposto sobre o carbono, o governo gera espaço aplicando uma taxa sobre cada unidade de emissão de efeito estufa gerada por uma empresa, enquanto em um sistema de limite e comércio o dinheiro é levantado por meio de leilões e negociação de cotas. A quantia de dinheiro arrecadada é fixa no caso do imposto de carbono, embora varie dependendo do desempenho das empresas no sistema de limite e comércio; e
  3. Ambos têm como alvo uma quantidade limitada de empresas e famílias: Tanto o imposto sobre o carbono quanto o sistema de limite e comércio visam reduzir as emissões de gases de efeito estufa, visando os maiores poluidores do setor. Portanto, as restrições se aplicam a grandes empresas e empresas, enquanto as famílias individuais são menos afetadas.

Qual é a diferença entre o imposto sobre o carbono e o cap-and-trade?

O imposto sobre o carbono e o sistema de limite e comércio são duas maneiras pelas quais o governo combate a poluição e tenta reduzir as emissões de gases do efeito estufa. Em geral, acredita-se que um sistema tributário é mais simples e eficaz, mas a evidência sugere que um sistema misto geralmente produz melhores resultados. Combinar o imposto e os sistemas de cap-and-trade é a opção preferida por alguns governos, pois o imposto garante um fluxo fixo de receita, enquanto o cap-and-trade garante o cumprimento das metas ambientais.

Algumas das principais diferenças entre o imposto sobre o carbono e o limite e comércio estão listadas abaixo:

  1. Receita x ambiente: Embora o imposto sobre o carbono e o sistema de limite e comércio tenham como objetivo reduzir as emissões de gases do efeito estufa, eles usam uma abordagem diferente e produzem resultados ligeiramente diferentes. No caso do imposto sobre o carbono, há uma receita fixa - já que as empresas devem pagar o imposto sobre cada unidade de emissão - enquanto o nível de poluição é determinado pelas forças de mercado, pois não há limite real para as emissões. Por outro lado, no caso de um sistema de cap-and-trade, uma limitação das emissões é imposta pelo governo, mas não há receita fixa, pois o preço das licenças e cotas é determinado pelos fundamentos do mercado (oferta e demanda); e
  2. Papel da empresa:Em ambos os casos, as empresas e famílias gozam de uma certa flexibilidade. No caso do imposto sobre o carbono, as empresas podem decidir quanto estão dispostas a pagar e reduzir ou regular suas emissões de acordo. Algumas empresas podem decidir que pagar um imposto sobre o carbono é economicamente mais conveniente do que reduzir as emissões, enquanto - no caso de um sistema cap-and-trade - as empresas podem decidir negociar a maioria de suas cotas ou aproveitar as tendências do mercado para obter retornos mais elevados para as licenças de emissões não utilizadas.

Imposto sobre Carbono vs Cap-and-Trade

O impacto do imposto sobre o carbono e do limite e comércio na economia de um país é significativo. Ao mesmo tempo, o desempenho da economia afeta a maneira como as empresas cumprem suas obrigações. O imposto sobre o carbono e o sistema de limite e comércio não podem ser entendidos sem serem analisados ​​em um contexto mais amplo e sem avaliar sua taxa de sucesso.

Imposto de Carbono vs Cap-and-Trade: Formulário Tabular

Resumo do imposto sobre o carbono vs Cap-and-Trade

A redução das emissões de gases de efeito estufa e o combate às mudanças climáticas são prioridades para a maioria dos governos. Esses objetivos podem ser alcançados por meio da implementação de uma série de políticas e da educação de sociedades e empresas.

Duas das principais políticas escolhidas pelos governos são o imposto sobre o carbono e o sistema cap-and-trade. No caso do imposto sobre o carbono, as empresas e famílias têm que pagar uma quantia pré-determinada de dinheiro por cada unidade de emissões de efeito estufa.

Por outro lado, em um sistema de limite e negociação, as empresas recebem um certo número de cotas de emissão, que podem ser distribuídas por meio de um leilão inicial.

As empresas que usam toda a sua alocação podem comprar cotas não utilizadas por outras empresas, e o preço das licenças é determinado pelos fundamentos do mercado.

Ambos os métodos têm se mostrado eficazes na redução de emissões e na promoção do uso de energias mais limpas e renováveis.

O imposto sobre o carbono é usado pela Suécia e foi implementado em alguns governos locais no Canadá e nos Estados Unidos, enquanto o sistema de limite e comércio é a escolha preferida da União Europeia, Tóquio e Estados Unidos.

Na maioria dos casos, o governo implementa abordagens mistas e cria uma série de políticas para lidar com o problema em umcompreensivoe de maneira eficaz.