Diferença entre Absolutismo e Ceticismo

O que é Absolutismo?

Definição:

Absolutismo é um conceitousavapor filósofos contemporâneos. Como não havia fronteiras definidas entre filosofia e ciência política, este termo também teve suas raízes na Política e na Filosofia. Considerando a perspectiva filosófica, o Absolutismo é definido a partir da lente metafísica como a realidade que transcende o conhecimento humano, criando assim umabsolutorealidade (Kelsen 906).

Características do Absolutismo:

Algumas das características do Absolutismo eabsolutorealidade são dadas abaixo:



• A realidade absoluta é independente dos limites de tempo e espaço.

• Realidade absoluta, conforme explicado porabsolutismofornece a base para o conhecimento objetivo inatingível pela mente humana.

• O absolutismo filosófico pode ser categorizado como totalitarismo epistemológico (Kelsen 909).

• O absolutismo filosófico considera a desigualdade dos sujeitos em relação aos seres absolutos e supremos mais fundamental do que sua igualdade (Kelsen 908).

• “Absolutismo corresponde à possibilidade de verdade absoluta e valores absolutos” (Kelsen 906).

• A perfeição é uma das características do absolutismo. Isso implica que certa coisa pode ser válida ou verdadeira em todas as situações, em todos os momentos e em todos os lugares, independentemente das circunstâncias.

• Estabelece padrões absolutos de valores e morais que são objetivos e de forma alguma podem ser alterados.

Exemplos de Absolutismo:

Um dos exemplos proeminentes de absolutismo é a ética kantiana. Segundo Immanuel Kant, certas ações são sempre certas, e certas ações são sempre erradas independentemente das circunstâncias e são julgadas de acordo com a moral ou ética universal. Essa moral ou ética universal são aquelas ações consideradas benéficas para todos os seres humanos universalmente em todos os tempos e em todos os lugares. O absolutismo torna antiético dizer uma mentira em todas as situações.

Então, o que é ceticismo?

Definição:

O termo ceticismo ouceticismofoi derivado da palavra grega “skeptikos” que significa “o inquiridor”. O ceticismo é definido como duvidar e questionar todas as afirmações, conhecimentos, verdades e princípios, não para torná-los falsos, mas para desafiar sua adequação e autenticidade (Popkin 1).

Características:

A seguir estão algumas características que os céticos consideramenquantotrazendo as alegações de ceticismo:

• Não há certeza absoluta ou incerteza absoluta, mas a certeza imperfeita e a certeza absoluta são questionadas.

• Não existe verdade absoluta ou mentira absoluta.

• Moralidade, ética e valores são questionados em bases racionais.

• A Razão não está ligada a certezas isoladas, mas é mútua e orgânica (Sheldon 623).

• O conhecimento absoluto é inatingível. Alguns céticos também desafiam a existência de conhecimento e realidade absoluta (Sheldon 625).

Exemplos de ceticismo:

Um dos exemplos mais simples de ceticismo é duvidar da existência da religião, de Deus ou da presença de autoridade suprema. Outro exemplo pode ser a suspeita de qualquer teoria científica ou afirmação de que seja verdadeira.

Semelhanças entre Absolutismo e Ceticismo:

Absolutismo e ceticismo são dois conceitos diferentes que não são de forma alguma semelhantes um ao outro. Não se pode traçar qualquer paralelo entre os dois conceitos, exceto que ambos os conceitos são de importância fundamental para moldar a sociedade, as normas sociais e a ética e, mais importante, formaram aFundaçãode mais teorias e conceitos filosóficos, como relativismo, consequencialismo, imperialismo, etc.

Diferença entre Absolutismo e Ceticismo:

Epistemologia:

Epistemologicamente, o ceticismo desafia a existência do conhecimento, enquanto o absolutismo é responsável pela existência do conhecimento verdadeiro. De acordo com a visão epistemológica do absolutismo, a teoria do conhecimento (a priori) pode ser julgada de apenas duas maneiras: pode ser verdadeira ou falsa, deixando de fora qualquer outra probabilidade (Oppenheim 953).

Existência da verdade:

Os absolutistas afirmam a existência da verdade absoluta, independentemente das condições e circunstâncias de uma pessoa, por outro lado, os céticos questionam a existência da verdade absoluta. De acordo com o ceticismo, o universo está passando por mudanças a cada segundo e ninguém pode desenvolver uma verdade permanente e imutável para ele.

Julgamentos de valor:

No absolutismo, os julgamentos de valor são sempre exatamente os mesmos para todos os assuntos, ao contrário do ceticismo, onde os julgamentos de valor não são os mesmos para todos os assuntos.

Objetividade:

No Absolutismo, toda ação é julgada de acordo com padrões absolutos que são altamente objetivos e não deixam espaço para subjetividade e interpretação com base na situação. Ao contrário, o ceticismo permite a interpretação de certas ações com base nas circunstâncias e é um tanto subjetivo, entretanto, questiona as ações e suspeita da posição do indivíduo em buscar a verdade real.

Justiça:

Alguns filósofos acreditam que o absolutismo leva à justiça e à ordem na sociedade, visto que a lei ou a ética moral universal são iguais para todos. Qualquer pessoa que se desvie dessas regras é submetida a um comportamento estranho ou é perseguida de acordo com a lei. Mas o ceticismo não é rígido e às vezes fornece uma abordagem subjetiva da Justiça.

Tipos:

Absolutismo metaético, absolutismo filosófico, absolutismo moral e absolutismo político são alguns tipos de absolutismo, enquanto os tipos de ceticismo são ceticismo filosófico, ceticismo pirrônico, ceticismo moral, ceticismo religioso e ceticismo metafísico.

Colaboradores:

Absolutismo é um conceito relativamente antigo encontrado nas filosofias de Platão, Aristóteles e posteriormente nas teorias de Kant, enquanto o conceito de ceticismo desafiou as teorias propostas por esses filósofos. Pirro de Elis, Sócrates, Carneades e Arcesilaus são os nomes proeminentes na história do ceticismo.

Absolutismo Vs Ceticismo: Tabela de Comparação

Resumo:

Conclui-se que o absolutismo e o ceticismo são conceitos da filosofia e diferem um do outro em muitos aspectos. Ambos vão antiparalelos um ao outro com base em uma crença absoluta no caso do absolutismo e na dúvida e descrença no caso do ceticismo. Um é responsável pela objetividade, enquanto outro é responsável pela subjetividade. Porém, tanto o conceito tem importância fundamental no campo da filosofia.