Cuidado, Tinder: o mixer de solteiros está de volta

Com uma reformulação da marca milenar, os eventos que antes cheiravam a desespero estão melhores do que nunca. Miranda speed dating no episódio de Sex and the City

HBO

Em outubro passado, participei de um mixer de solteiros. Ninguém me forçou. Não o rabino do templo local. Não uma avó bem-intencionada ou uma amiga excessivamente zelosa. Eu fui porque parecia ... legal.

Quando meu convite chegou - na forma de um Paperless Postagem rosa milenar - o evento foi descrito como uma noite fora para 'gente bonita' com idades entre 27 e 42. Um amigo de um amigo que me avisou sobre isso também prometeu lá seriam lanches - sliders, queijos grelhados,Prêmiocomida de dedo. Então decidi que poderia tirar uma noite de folga da minha agenda lotada de assistirLuzes de Sexta à Noiteenquanto rolava Bumble sem rumo, procurando meu próprio Tim Riggins.



A batedeira aconteceu em uma sala privativa de um bar da moda, e o rosé não tinha fundo. Uma hora e meia depois, e cerca de três copos de vinho profundo, tropecei em um irmão VC de muletas e estava convencido de que estava tendo um verdadeiro encontro fofo. Nós nos conhecemos no bar depois que eu quase pisei em seu gesso e passei a noite falando sobre sua carreira no beisebol universitário, enquanto divagava sobre o Red Sox e meu profundo amor pelo filmeFever Pitch.

No final da noite, dei meu número a ele, mas ele nunca ligou. (Ele odiava o Sox, então nunca poderia ter funcionado de qualquer maneira.) Mas para Tali Mishael, o mixer foi um sucesso total. Mishael, 33, trabalha com conteúdo de marca e está na cena de Nova York há tempo suficiente para se sentir, como ela mesma disse, 'cansada'. Quando ela aceitou o convite, ela não esperava muito. Mas uma vez que ela chegou lá, ela estava surpreendentemente interessada. 'Quando você conhece alguém em um aplicativo, normalmente três minutos depois do encontro, você sabe se está gostando um do outro. Mas ninguém vai ficar tipo, 'Eu tenho que ir, não vou perder meu tempo ou dinheiro' ', diz ela. 'Mas no mixer você poderia falar com alguém por 10 minutos, avaliar rapidamente e sair da conversa. Todo mundo fala sobre como os aplicativos são um jogo de números, mas eu realmente acho que o jogo de números é uma sala de pessoas que pensam da mesma forma. ' Mishael também se deleitou com a vibração de 'sobrevivência do mais apto' na sala e o fato de que não havia pretextos. Se você abordou alguém, foi por um motivo simples: você era solteiro e estava pronto para se misturar.

Solteiros reunidos em um loft em casais

Solteiros no meio de uma rodada de encontros rápidos no Perchance

Cortesia da Perchance

Então, quando Mishael viu uma incorporadora imobiliária alta e escura do outro lado da sala - falando com outra garota - ela sabia que tinha que agir. A certa altura, outra amiga dela tentou entrar e entrar em ação (vale tudo!), Sem sucesso. - Você conhece a regra de não falar sobre política, religião ou sexo? Bem, conversamos sobre política durante a primeira hora, então claramente não aderimos a isso ', diz Mishael. Os dois trocaram números, começaram a enviar mensagens de texto e seis meses depois decidiram morar juntos. 'Reunir-se como fizemos aumentou as apostas. Foi uma grande vantagem nos conhecermos mais rapidamente ', diz ela.

Tali Mishael e namorado em Israel

Tali Mishael, com seu namorado em Israel, para onde viajaram para a Páscoa para conhecer sua família

Cortesia de Tali Mishael

À medida que os eventos se tornam cada vez mais populares, a gama de pessoas interessadas neles também aumenta.Babetowné um jantar instantâneo para mulheres queer e trans e pessoas não binárias que convida os convidados a se reunirem e fazerem conexões significativas - românticas ou não. Fundada por Alex Koones, um chef de 29 anos, a série acontece em um local diferente a cada mês, com um novo tema kitsch. (Pense numHarry Pottermaratona de filmes em que 'Snape reabastece magicamente o prato de sanduíches do café da manhã' ou um casamento de Babetown completo com um bolo MilkBar.) Quando Tara Chee, 34, que trabalha em uma organização sem fins lucrativos em Nova York, decidiu conferir o evento, foi um tema de churrasco, e o grupo estava preparando um banquete do lado de fora. Chee logo se viu conversando com uma mulher chamada Rachel, que estava trabalhando em Rikers Island na época. “Eu brinco que Rachel e eu nos unimos por causa do complexo industrial da prisão”, diz Chee. 'Ela começou a falar comigo, e eu achei que ela parecia uma pessoa maravilhosa, e nós nos conectamos por causa do nosso trabalho.' No primeiro encontro, os dois jantaram e vagaram pelo Washington Square Park. Eles estão juntos desde então.

Antes de Babetown, Chee costumava usar aplicativos para encontrar datas. Mas as conexões orgânicas que ela conseguiu fazer no jantar de Babetown a fizeram se sentir mais aberta. 'Quando você está conversando online, é como uma pré-entrevista. Você está julgando o perfil deles. Você está procurando quebras de negócio. Mas quando você conhece alguém pessoalmente, e há essa promessa e conexão inicial, você quer que dê certo ', diz Chee.

A perspectiva de Chee está alinhada com a de Lyndsey Wheeler, que acha que um número considerável de pessoas ainda está ansioso por aquela centelha IRL - apesar do fato de que ao redor40%de novos casais se conheceram online em 2017, os dados mais recentes. Wheeler deixou o emprego na Rent the Runway para começarPor acaso, uma empresa baseada em referências que organiza encontros para solteiros com interesses semelhantes. 'Eu tinha visto como a tecnologia alterou a maneira como nos comunicamos e nos conectamos e, como resultado, as pessoas estão mais solitárias do que nunca', diz Wheeler. 'Eu queria criar um lugar onde você pudesse conhecer muito mais pessoas em uma única noite do que no primeiro encontro, sentir a química em primeira mão e, no mínimo, ter uma noite divertida que resulta em 20 novos amigos.'

Closeup de mãos segurando uma raspadinha de Perchance

Os cartões contendo quebra-gelos usados ​​em toda a parte de datação rápida de Perchance

Cortesia da Perchance

Com o incentivo de Wheeler, decidi dar aos mixadores outra chance - desta vez em Perchance. Alistei um amigo e, quando chegamos, verifiquei meu celular na porta. (Essa é uma das regras do evento, bem como uma política estrita de não falar sobre o trabalho.) Enquanto a primeira metade da noite consistia em comida padrão - beber margaritas, examinar a cena, fazer apresentações nervosas - assim que nos acomodássemos em, havia um componente de speed-dating. Já que eu só tinha visto esse jogo de cadeiras musicais emSex and the City,quando, em um momento baixo, Miranda finge ser uma aeromoça para apelar aos homens, eu estava nervoso. Mas em cada assento havia um pacote de cartas de raspar ao estilo do tarô que revelavam jogos de quebra-gelo sugeridos. Dentro de uma hora, eu tive um concurso de estrela com um Ph.D. estudante, deixe alguém fazer uma escultura de mim com Play-Doh e se envolva em uma rodada empolgante de Duas Verdades e uma Mentira com um empresário otimista.

Eu não tive a sorte de Mishael ou Chee, mas ainda concordo com suas avaliações gerais. Em um aplicativo, as pessoas podem se esconder atrás de frases de efeito bem olhadas ou apresentar uma versão de si mesmas de forma tão organizada que é impossível manter pessoalmente. Mas em uma sala cheia de solteiros que optaram por participar, não faz sentido tentar parecer 'muito legal' ou de alguma forma 'acima' de um impulso tão antigo quanto a civilização - o desejo de apenas se conectar com outras pessoas. Sua avó aprovaria.

Samantha Leach é editora assistente naGlamour.Siga-a no Twitter e Instagram@_sleach.